Educação

Educação emocional: alternativas ao «Não»

Set 2020
As frases motivadoras contribuem para a educação emocional
As frases motivadoras contribuem para a educação emocional.

A educação emocional consiste em criar os filhos sem recurso aos castigos, aos gritos ou às ameaças que muitas vezes prejudicam a sua relação com os pais. Esta forma de educação baseia-se em conhecer e entender os filhos, oferecer estabilidade, ter um diálogo constante com eles e evitar o castigo e o «Não» com o que muitas vezes lhes respondemos.

Antes de dizer «Não» a uma criança, convém fazer uma reflexão e dar resposta a alguma destas perguntas: Porque pede o que pede?, É um simples capricho ou esconde uma necessidade?, É uma forma de chamar a atenção?; e a mais importante de todas: Que exemplo demos anteriormente?

Ou seja, se um menor de 8 anos nos pede insistentemente um telemóvel, o nosso primeiro impulso é dizer-lhe que não, mas que há por trás desse pedido? Pode ser porque nos observe continuamente agarrados aos nossos telefones e queira seguir o nosso exemplo?

Educação emocional: Que podemos fazer para evitar o «Não»constante?

1. Criar um ambiente seguro para a criança onde não corra o risco de partir coisas se quiser jogar e onde possa ter certa liberdade de movimento. Se não for possível porque estamos fora de casa, em vez de dizer-lhe «Não toques nisso», podemos reconduzir a sua actividade; por exemplo, podemos ter preparada uma leitura adequada para a sua idade que a motive e dizer-lhe frases motivadoras relacionadas com a leitura. Assim podemos evitar que queira correr ou saltar sem necessidade de dizer-lhe que não pode.

2. Ser flexível com certos pedidos dos nossos filhos e adotar uma atitude dialogante com eles. Por exemplo, podemos ceder a que joguem 5 minutos mais antes de jantar se em troca ajudarem a por a mesa.

3. Ser didáticos e abertos ao diálogo. Se o pedido da criança se deve unicamente a uma chamada de atenção, devemos dedicar uns minutos nos quais podemos explicar porque não se deve ter essa atitude. É muito importante ser didático. Além disso, explicar o porquê das coisas ou das normas da casa é também uma boa forma de esquivar o «Não».

No entanto, o mais importante é que sempre, mas sempre, utilizemos o exemplo para promover a educação emocional e não confundir os nossos filhos, porque as crianças aprendem o que observam em casa, desta maneira a educação começa muitas vezes nas próprias acções dos pais.

A educação emocional é a base da aprendizagem positiva. Por este motivo, com o nosso método de aprendizagem ensinamos as crianças a aprender por eles próprios superando o medo ao fracasso, a serem mais autónomos e responsáveis, e sobretudo a terem uma atitude positiva em relação à aprendizagem.

Na Kumon somos conscientes da incerteza com que as famílias pensam gerir neste momento a aprendizagem dos vossos filhos de cara ao novo ano escolar e também de que, para enfrentar com êxito a volta ao colégio, é muito importante que não deixem de aprender. Por esse motivo, oferecemos a matrícula em qualquer um dos nossos programa.