Educação

Como motivar a um filho a ler

Ago 2019
As frases para motivar a ler despertam o interesse dos teus pequenos.
As frases para motivar a leitura em Inglês despertam o interesse dos teus pequenos.

Como motivar uma criança a ler? Conseguir que uma criança leia por iniciativa própria é um dos retos mais difíceis aos que nos enfrentamos como adultos leitores, ainda que utilizemos frases para motivar a ler. Mas também é o objetivo mais importante e com o qual maior satisfação podemos alcançar.

Há que demonstrar que a leitura é uma experiência muito agradável, ainda que para muitas crianças possa parecer um esforço. Um bom leitor é capaz de compreender o sentido profundo do texto e, do que nos fala este post, de eleger as suas próximas leituras segundo o seu próprio critério e lê-las porque tem vontade de fazê-lo. Como chegar com os nossos filhos a eese ponto em que a leitura é motivadora.

Como primeiro momento, podemos procurar a motivação extrínseca; por exemplo, colocando no seu quarto frases para motivar a ler, motivando a que leia, fazendo uma lista com os livros finalizados, etc... Mas o objetivo é chegar a uma motivação intrínseca dando-lhe a conhecer livros sobre os seus próprios interesses para que assim desfrute da leitura. Para acertar na hora de recomendar um livro a uma criança há que ter em conta o seu nível de competência leitora, sem deixar de explorar níveis ligeramente superiores para propor retos assumíveis.

As pautas mais simples para introduzir às crianças na leitura são as seguintes:

  1. Ler nós mesmos: as crianças, especialmente as mais pequenas, aprendem por imitação e, se não vêm ler os adultos, é muito difícil que adquirem o hábito. Não importa se lemos o jornal, novelas ou se lemos para eles em voz alta. E qualquer momento é o ideal, na sala de espera do médico, antes de ir a dormir... É especialmente positivo fixar momentos diários de leitura conjunta.
  2. Se optarmos por ler aos nossos filhos, é recomendável jogar com as vozes, as entoações e com ênfase nos diálogos para caracterizar as personagens. Dar vida ao conto. Assim estaremos criando memórias na mente dos nossos filhos.
  3. Deixar que os meninos escolham os seus próprios livros e, se lhe tivermos sido nós a ler o livro, comentar-lhe o mesmo. Se eles são os que decidem, seleccionarão livros que, à priori, lhes interessam mais e serão mais fáceis de ler, porque os próprios conteúdos podem ser motivadores.
  4. Visitar livrarias e bibliotecas, e participar em actividades de motivação para a leitura por exemplo em inglês.
  5. Associar a leitura com momentos positivos: oferecer livros em aniversários, Natal e outras ocasiões especiais predispõe as crianças a associar a leitura com momentos felizes da infância.
  6. Felicitar pelos logros: quando é a criança que lê, há que fazer que seja consciente dos seus avanços e felicitá-lo. «já não tropeças nas vírgulas; muito bem» ou «Agora lês mais rápido» são frases concretas e motivadoras que lhe demonstram a sua própia capacidade de aprender.

A um leitor o mundo abre-se de experiências pelas quais um tem que lutar e com as que desfrutar em função do que ele gosta ou lhe apeteça em cada momento. Para gostar de algo é necessário previamente conhecê-lo, e esse conhecimento implica um esforço inicial: por exemplo, ao ler os primeiros livros ao tocar as primeiras notas num instrumento. Precisamente quantos mais livros conhecemos ou mais vezes tivermos praticado com esse instrumento, mais prazer retiramos, porque esse conhecimento nos ajuda a desfrutar ainda mais daquilo que realmente gostamos.

O programa de Kumon English (podes conhecê-lo aqui) está destinado a que as crainças desenvolvam também a sua compreensão de textos difíceis em Inglês.

Contacta o teu centro Kumon mais próximo e conhece a forma em que desenvolvemos ao máximo o potencial de aprendizagem do teu filho através de Kumon English.